Concertos

 

Num programa dedicado ao Natal à tranquilidade e reflexão assim como à alegria caraterística desta época, a escolha deste repertório eleva o espírito através da música de índole Barroca e romântica.
Adornam este programa duas magistrais composições mundialmente conhecidas pelo público, o Adagio de Albinoni e a Ave Maria de Shubert. Duas sinfonias de Antonio Vivaldi do período Barroco (Séc. XVII e XVIII) e do compositor alemão Felix Mendelssohn .
Abrangendo uma obra em Estreia Mundial composta em 2020 pelo compositor português Pedro Teixeira da Silva que, também ele, tal como Mendelssohn na sua época cria com a sua forma de escrita uma contracorrente musical que o diferencia da atual música contemporânea.
 
 
 

Natal é tempo de alegria, por isso a Orquestra Orbis abre este concerto com “Allegro”, a abertura da String Symphony No. 6, que Felix Mendelssohn compôs por volta dos 12 anos. Seguimos neste espírito com quatro dos mais conhecidos andamentos retirados d’ As Quatro Estações, a mais famosa obra de Vivaldi, que nunca deixa o público nunca indiferente. Passaremos ainda pela obra de Mozart e terminamos com uma composição de Pedro Teixeira da Silva, fundador e diretor artístico da Orquestra Orbis.Será uma viagem por obras de excelência, escritas para orquestra de câmara por grandes mestres compositores, desde o Barroco ao Modernismo.

Programa:

Felix Mendelssohn
Sinfonia para cordas Nº 6, em Mi bemol maior
I. Allegro
II. Menuetto
III. Prestissimo

Antonio Vivaldi

As Quatro Estações
I. “A Primavera”, 1º andamento – Allegro
II. “O Inverno”, 2º andamento – Largo
III. “O Outono”, 3º andamento – Allegro
IV. “O Verão”, 3º andamento – Presto

Wolfgang Amadeus Mozart

Adagio e Fuga para Cordas, em Dó menor, K 546

Pedro Teixeira da Silva,
“MUSAS”, Concerto para cordas
I. Erato! (dedicado à violinista Leonor Prado)
II. Calíope! (dedicado à violetista Ana Bela Chaves)
III. Euterpe! (dedicado à violoncelista Irene Lima)
Terpsicore! (dedicado à contrabaixista Teresa Teixeira)

 

Diretor artístico: Pedro Teixeira da Silva

Maestro: Luís Santos
Violino Solista: António Figueiredo
Orquestra Orbis
1ºs Violinos. António Figueiredo, David Bento, Sónia Figueiredo
2ºs Violinos. Sónia Carvalho, Pedro Figueiredo
Violas. Santiago Medina, Sara Ramalho
Violoncelos. Irene Lima, Barbara Duarte
Contrabaixo. Romeu Santos
Direção de produção (Orquestra): Francisco Rodrigues

 

 

PROGRAMA

One of These Days You’ll Find What You Are Searching For

Concerto para Viola e Orquestra “Contele” (estreia mundial)

  I.Andante

 II.Larghetto

III. Allegro vivace

Concerto para cordas “Musas” (estreia mundial)

  I.Allegro com spirito,“Erato!”

II. Larghetto, “Calíope!”

III. Adagio, “Euterpe!”

IV. Bruscamente, “Terpsicore!”

 

FICHA ARTÍSTICA

 

Pedro Teixeira da Silva, Direção Artística

 

Luís Santos, Maestro convidado

Ceciliu Isfan, Violetista Solista

 

1º Violinos – António Figueiredo (Concertino), Sónia Figueiredo

2º Violinos – Sónia Carvalho, Pedro Figueiredo

Violas – Santiago Medina, Sara Ramalho

Violoncelos – Ana Luísa Marques, Bárbara Duarte

Contrabaixos – João Panta Nunes

 

 

 

Concerto “Divine Light”

Orquestra Orbis

Igreja de S. Roque

6 de dezembro de 2019 – 21h30

© Jose Frade/EGEAC

PROGRAMA

01  String Symphony No. 1, in C major, Felix Mendelssohn                         

02  “Vidit suum dulcem natum” (Stabat Mater), Giovanni Battista Pergolesi

03  Lascia ch’io pianga (Ópera Rinaldo), Georg Friedrich Händel

04  Motet in C Minor: “In furore iustissimae irae” RV626, Antonio Vivaldi

05  Adagio For Strings, Pedro Teixeira da Silva

06  Sonata for Trumpet & Strings in D major, Henry Purcell

07  “Cujus animam gemetem” (Stabat Mater), Giovanni Battista Pergolesi

08  Ave Maria (Ópera Otello), Giuseppe Verdi

09  Ave Maria, Franz Schubert (Versão Pedro Teixeira da Silva)

10  Eternal Source of Light Divine, Georg Friedrich Händel

 

FICHA ARTÍSTICA

Pedro Teixeira da Silva, Direção Artística

 

Gonçalo Lourenço, Maestro convidado

Alexandra Bernardo, Soprano Solista

Jorge Almeida, Trompete Solista

 

1.º Violinos

Ana Pereira (concertino),

António Figueiredo

Ricardo Mendes

António Veiga Lopes, 

 

2.º Violinos

Ana Elisa

Sara Llano

Maria João Matos

 

Violas D’Arco

Francisca Fins

Teresa Beatriz Abreu

 

Violoncelos

Irene Lima

Bárbara Duarte

 

Contrabaixo

João Panta Nunes

 

FICHA TÉCNICA

Francisco Rodrigues, Coordenação de Orquestra

 

 

LE MIROIR DE JESUS 

ORQUESTRA ORBIS

Convento dos Cardaes

19 outubro de 2019 – 16h30

 

VISITE - Associação Nossa Senhora Consoladora dos Aflitos Convento dos  Cardaes Rua Eduardo Coelho nº1 1200-164 Lisboa


André Caplet – Le miroir de Jésus
PROGRAMA
André Caplet (1878 – 1925)
Le miroir de Jésus

Notas de Programa
São 15 pequenos poemas de Henri Ghéon sobre os santos Mistérios
do Rosário. É, pelo menos a uma primeira escuta, música sacra.
André Caplet, num princípio de século XX de feridas abertas
no rescaldo da guerra, com uma voz e um pequeno coro de
mulheres, escreve uma peça musical em que se diria que se ouve
mais a distância a que aquela Europa está da evocação canónica
dos diferentes episódios da vida de Cristo, assumida pela presença
da figura despersonificada mas identificável como a da Virgem
Maria, que a execução de uma ordeira oratória de câmara. A nossa
proposta, transformando o próprio lugar do concerto num espaço
cénico real (pensamos sobretudo na capela do convento dos
cardais) habitado por um conjunto de figuras díspares de mulheres,
por quem redistribuiríamos o discurso da solista original, espécie
de grupo de carpideiras que não conseguissem já chorar,
prisioneiras do espanto, poderá resultar numa espécie de áspera
representação do absurdo nosso contemporâneo. Na dificuldade
de justamente dar corpo a um “Espelho” de Jesus.

 

FICHA ARTÍSTICA

João Paulo Santos – Diretor Musical

Luís Miguel Cintra – Encenação e Conceção Cénica

 

Sopranos

Mariana Castello-Branco 

Raquel Alão

Cecília Rodrigues

Ana Franco

Sónia Alcobaça

Mezzo-Sopranos

Ana Ferro 

Carolina Figueiredo

 

ORQUESTRA ORBIS
José Pereira Primeiro Violino
Filipa Poêjo Segundo Violino
Joana Tavares Viola
Carolina Matos Violoncelo
Adriano Aguiar Contrabaixo
Inês Cavalheiro Harpa

FICHA TÉCNICA

Francisco Rodrigues, Coordenação de Orquestra

 

 

Projeto “O Amanhecer da Esperança”

Celebração dos 40 anos da Cidade da Amadora

PARQUE CENTRAL

11 de setenbro de 2019 – 22H00

 

FICHA ARTÍSTICA

Pedro Teixeira da Silva – Curador/Direcção Artística/Maestro na abertura “Nos Amadora”

João Paulo Santos – Maestro/Direção Musical

Carmen Matos – Soprano

Natália Brito – Mezzo Soprano

João Cipriano – Tenor

Nuno Dias – Barítono

 

Batucadeiras Finka Pé

Orquestra Orbis

Orquestra Geração Amadora

Banda da Sociedade Filarmónica Comércio e Indústria da Amadora

Coro Emotion Voices

Coro HFF

 

FICHA TÉCNICA

Francisco Rodrigues, Direção de Produção

Sara Mendes – Assistente de Produção

Carolina Pinto – Assistente de Produção


 

 

 

Concerto – Estreia Mundial da obra “4 Canções Italianas” para Piano e Voz

12ª Festa do Cinema Italiano

 

CINEMA SÃO JORGE – SALA MANOEL DE OLIVEIRA

10 de abril de 2019 – 21H30

 

 

Notas do Programa

A música tem um destaque particular nesta edição da Festa. Em estreia absoluta, é apresentada a última composição de Pedro Teixeira da Silva, primeiro violino da orquestra do Teatro São Carlos e fundador da banda Os Corvos, que leva ao Cinema São Jorge 4 Canções Italianas, músicas para piano e soprano – Cristiana Oliveira – inspiradas em quatro poemas italianos.

 

FICHA ARTÍSTICA

Piano

João Paulo Santos 

Soprano

Cristiana Oliveira

 

A Floresta Mágica

Festival Periferias – Sintra

Palácio de Queluz

9 de março  de 2019 – 21h30

 

 

 

 

 

 

 

 

 

Programa:

Sonata Nº2 para Violino Solo

A Floresta Mágica – Sonata para Violino e Piano

 

 

Notas do programa:

A Sonata para Violino Solo será apresentada em estreia Mundial e A Floresta Mágica está já editada em CD e formato digital pela Sony Music.

Sintra foi uma das inspirações da Sonata A Floresta Mágica, com o seu misticismo o qual se reflete nas paisagens sonoras idealizadas pelo compositor.

 

FICHA ARTÍSTICA

Compositor – Pedro Teixeira da Silva

Violino: Pedro Meireles – Concertino principal da Orquestra Sinfónica Portuguesa
Piano: Jill Lawson – Concertista internacional

 

 

A Misteriosa Cidade da Alquimia

Estreia mundial no Auditório do Centro Cultural de Cascais no dia 29 de Setembro de 2018

Prograna integrado na exposição “A vida em nós” de Luís Vieira-Baptista.

Quinteto com Piano / Piano Quintet

Obra extraída do CD “Os Contos do Feiticeiro”

 

FICHA ARTÍSTICA

Compositor: Pedro Teixeira da Silva

Jill Lawson – Piano

Solistas de Lisboa

(Pedro Meireles – 1º Violino; António Figueiredo – 2º Violino; Joana Cipriano – Viola; Irene Lima – Violoncelo).

 

FICHA TÉCNICA

Francisco Rodrigues – Coordenação de Produção

 

DENEB

Deneb para cordas

Fundação Dom Luís I – Centro cultural de Cascais, 14 September 2018

No âmbito da inauguração da exposição de pintura “A vida em nos” de Luís Vieira-Baptista,

 

FICHA ARTÍSTICA

Compositor – Pedro Teixeira da Silva

Maestro – Nikolay Lalov

Orquestra de Câmara de Cascais e Oeiras (OCCO)

 

Concerto de Lançamento do CD “Os Contos do Feiticeiro”

18 de Janeiro de 2019 – 21H

 

 

Intitulado “Os Contos do Feiticeiro”, este Concerto apresenta na sua íntegra o CD que lhe dá o nome.
Contando com a interpretação de músicos de excelência da atualidade nacional e internacional.
Este Concerto está dividido em três partes (Sonata, Quinteto e Trio) que se relacionam, nas quais a música interage inovadoramente através de um
“conto musical de animação” em que se inserem personagens e paisagens de ambientes místicos imaginários evocando as tendências da cinematografia atual.
Foi usada uma escrita musical denominada de Nova Música Clássica, um conceito desenvolvido pela experiência adquirida por parte do compositor
nas várias correntes musicais que vão desde o classicismo ao modernismo.
No que respeita ao CD, para que este trabalho fosse de uma qualidade notável, a escolha do estúdio e a qualidade de gravação foram alvo
de um criterioso cuidado de forma a que esta obra se equipare às melhores gravações presentemente existentes
nos circuitos nacionais e internacionais.

FICHA ARTÍSTICA

Jill Lawson – Piano
(Concertista Internacional)

Solistas de Lisboa

Pedro Meireles – 1º Violino
(Concertino Principal da Orquestra Sinfónica Portuguesa do Teatro Nacional de São Carlos).

António Figueiredo – 2ª Violino
(Concertino Principal da Orquestra Sinfonietta de Lisboa).

Joana Cipriano – Viola d’arco
(Chefe de Naipe na Orquestra Metropolitana de Lisboa).

Irene Lima – Violoncelo
(Coordenadora de Naipe da Orquestra Sinfónica Portuguesa – Teatro Nacional de São Carlos).

Carolina Matos – Violoncelo
(Coordenadora de Naipe Assistente da Orquestra Sinfónica Portuguesa – Teatro Nacional de São Carlos )

Comments are closed.